O Herói

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O Herói

Mensagem por Sora Nimus em Seg Out 17, 2016 1:08 am

Resolvi compartilhar esse meu conceito, isso é algo que eu criei, chamo de Fases do herói.
O arquétipo Herói é algo muito estudado, ele mostra a nossa determinação e fala de uma idade para o amadurecimento, muitas vezes aparece no jovem passando por provações, é algo muito antigo, veja que as sociedades primitivas tinham um rito para os jovens passarem para a idade adulta, isso também pode se fantasiar no arquétipo herói, aquele que busca a sua identidade a parti da missão/prova que irá cumprir. Mas vamos ao que importa.

Quais são as necessidades e fases do herói?

Primeira fase - O herói que sente - É a fase mais oculta do herói muita vezes. A primeira vista o herói sente um dever de fazer, sente um amor, senti uma justiça, é algo que o faz senti no seu mais íntimo que o faz agir. O herói não senti do nada, esse sentimento foi preparado por anos, seja por um tutor especial que ele teve, por sua família de nobres, por seus companheiros, seus ideais foram forjados por anos até que um sentimento em um momento o toma.

Segunda fase - O herói que sai - Aqui ele irá decidir e ir a algum lugar, buscar uma princesa, derrotar um inimigo, ou apenas caçar animais. Vemos que nessa fase ele não apenas deixa sua casa fisicamente, alguns dos seus sentimentos, preceitos, ele deve deixar, e carregar apenas o que considera importante. Essa é a primeira fase de maturidade do herói. Muitas vezes ele vai lutar bastante nessa fase, discuti, debater, batalhar até está plenamente consciente do que deixar e levar, e as vezes ele simplesmente sai, vai depender do seu fardo.

Terceira fase - O herói que reproduz - Ao se defrontar com o perigo o herói mostra algo que conhece, ao reproduzir diz que ele reagi com algo que aprendeu de outro lugar ou alguém. Pode ser um tiro, um movimento de espada, uma técnica de cura, o herói muitas vezes surpreende o antagonista, que normalmente não é nada demais, mas esse primeiro contato permite medir a capacidade do herói. Há heróis que lutam primeiro com palavras.

Quarta fase - O herói que Intenciona (o herói que descobre) - Considero essa fase o verdadeiro descobrimento pois até então ele apenas reproduzia ideais e sensações aprendidas em seu contexto, mas aqui ele abre de frente com o que procurara. Vamos parar um conto trágico, não difícil entender que a primeira vez que um príncipe que nunca matou um animal encontre um fera matando pessoas fique totalmente sem reação não é mesmo? aí está, ele desconhece todos os seus sentimentos e até nós, e aqui ele pode tomar atitudes por instinto como cortar um olho da besta, e isso vai de encontro a como ele foi criado você diz, mas a verdade que esse herói não é mesmo que os demais, o modo como ele internalizava seus princípios de vida também escondia sentimentos muito mais puros que só vem aparecer no momento do descobrimento.
Saindo dos trágicos o descobrimento também é o momento aonde o herói conhece uma espada sagrada, um mensageiro divino, ou encontra a donzela(sua contraparte). Esse momento possui intenções, e muitas vezes está relacionado a um desenvolvimento sexual um tanto censurado nos romances, devo explicar isso, a donzela adormecida que esperava a sua família vir salva-la encontra algo muito diferente e muito melhor, para ela também é um momento de descobrimento. Chamo de intenção porque dessa vez as sensações parte instintivamente deles e não mais de alguma regra ou convenção. É a fase aonde entra o papel das emoções puras.

Quinta fase - O herói que Intenciona (o herói que se mostra) - Essa fase é um pouco desconhecida pois não usada em contos breves, está em um âmbito jovem-adulto, ela é um avanço, segunda fase de amadurecimento, e mostra não mais o herói com ingenuidade. Aqui ele planeja, seu pensamento, sua ação, em uma meta. Ele utiliza tudo que aprendeu juntamente com o que descobriu para cumprir um objetivo concreto. Muito superior é a dificuldade agora, mas isso não importa, o importante que ele está com sua mente completamente focada sem leviandades, em objetivos concretos e consciente.

Sexta fase - O herói que Aprimora - Esse é um ótimo momento. Essa fase não fala daquele aprimoramento técnico já conhecido. Veja. É interessante que essa fase foge do clichê do poder final, pois aparece apenas naquele antagonista que não é derrotável, como podemos dizer. Essa fase mostra como sempre o herói tentou vencer de uma maneira, com mais raiva, com mais concentração, ou com artimanhas.
Nos mangás japoneses aparece o típico que se sacrifica sempre, ideal majoritário, mas finalmente ele descobre que ele não pode apenas ganhar por egoísmo e auto-sacrifício, as vezes precisa desejar viver. Já em uns manhuas que li aparecia o herói engenhoso, quase o oposto, esse sempre tem algo, sempre tem uma certeza e um truque que confia, e quando esse truque não funciona, ele pode simplesmente fugir, não é vergonhoso para ele, mas aqui ele descobre que não precisa sempre ter certeza da vitória, as vezes ele pode arriscar, as vezes ele pode ir tolamente em algo que não tem sentido, não ir pelos cálculos, e não há problema nisso pois o momento atual propõe fazer coisas por sentimento ao invés de certezas.
O herói que aprimora derrota um poderosa entropia na história, embora nem todas as histórias o conheçam, é especial esse tipo, é o momento único aonde de coração aberto ele aprendeu algo novo.


Acho que não tenho como deixar mais conciso.
Somente isso por agora.
Ciau.

_________________


Minha entidade de precisão:


avatar
Sora Nimus
Furious Witch
Furious Witch

Prontera Masculino
Clã : Holy Order of Sacred Knights
Mensagens : 7388
Ka$h : 29912
Likes : 149
Data de inscrição : 10/08/2012
Idade : 23
Localização : Academia de Atlas


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Herói

Mensagem por TiNoSa em Dom Dez 18, 2016 8:55 pm

Nossa, lembrou um texto que li há tempos sobre arquétipos. É interessante isso.
Então você notou esse padrão através da leitura de manhuas e mangás? Olha que dá um TCC massa isso, fazer uma comparação entre como os heróis dos quadrinhos japoneses e chineses são apresentados, através de uma perspectiva psicológica (que é sua área, afinal), mas com algo de sociológico também. Agora o que não sei é se a acadêmia, no caso da psicologia, aceita esse tipo de estudo. São aceitas pesquisas sobre perfil psicológico de personagens? Ou seja, pessoas que não existem, que não estão lá pra você entrevistar e fazer perguntas.

_________________


Spoiler:






Clique e evolua essa relação, Tinoca. By: Hikaru
avatar
TiNoSa
Perverse Romanticism
Perverse Romanticism

Prontera Feminino
Clã : Nurture
Mensagens : 19955
Ka$h : 91414
Likes : 477
Data de inscrição : 13/11/2011
Idade : 25
Localização : beyond the black rainbow


http://tinosa.deviantart.com/ https://myanimelist.net/profile/TiNoSa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Herói

Mensagem por Sora Nimus em Seg Dez 19, 2016 5:39 pm

Obrigado.
Eles aceitam até pesquisa sobre LoL, sério eu vi uma pesquisa sobre LoL lá.

_________________


Minha entidade de precisão:


avatar
Sora Nimus
Furious Witch
Furious Witch

Prontera Masculino
Clã : Holy Order of Sacred Knights
Mensagens : 7388
Ka$h : 29912
Likes : 149
Data de inscrição : 10/08/2012
Idade : 23
Localização : Academia de Atlas


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Herói

Mensagem por TiNoSa em Seg Dez 26, 2016 6:18 pm

@Sora Nimus escreveu:Obrigado.
Eles aceitam até pesquisa sobre LoL, sério eu vi uma pesquisa sobre LoL lá.
Eita, aushasuh, que louco isso XD

Você já pensou no que gostaria de se aprofundar?

_________________


Spoiler:






Clique e evolua essa relação, Tinoca. By: Hikaru
avatar
TiNoSa
Perverse Romanticism
Perverse Romanticism

Prontera Feminino
Clã : Nurture
Mensagens : 19955
Ka$h : 91414
Likes : 477
Data de inscrição : 13/11/2011
Idade : 25
Localização : beyond the black rainbow


http://tinosa.deviantart.com/ https://myanimelist.net/profile/TiNoSa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Herói

Mensagem por Sora Nimus em Sex Dez 30, 2016 11:50 am

Nisso mesmo, acho que quem ler manhua entende como os artistas chineses hoje são viciados em histórias com poderes espirituais e a visão deles é muito animadora, os japoneses já farão vários estilos voltando pro nacionalismo habitual, e os coreanos já se orgulham da vida pós-moderna mesmo com aspectos negativos, gosto de olhar tendências, é isso que vou analisar.

Eu sempre gostei de ler artigos, mas artigos do tipo revistas científicas, artigos acadêmicos digo pra formação são longos e os professores prezam páginas de informações inúteis sobre método científico(como se eu já não tivesse usando), mas acho que o bacharel será tranquilo o formato.

_________________


Minha entidade de precisão:


avatar
Sora Nimus
Furious Witch
Furious Witch

Prontera Masculino
Clã : Holy Order of Sacred Knights
Mensagens : 7388
Ka$h : 29912
Likes : 149
Data de inscrição : 10/08/2012
Idade : 23
Localização : Academia de Atlas


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Herói

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum