[TW] Cianeto

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[TW] Cianeto

Mensagem por Neoshadow em Dom Set 18, 2016 3:31 am

ESSA É UMA HISTÓRIA SOBRE TENTATIVA DE SUICÍDIO
Se por algum motivo você se sente mal lendo sobre, sugiro que volte ao fórum ou vá ver gifs de bichinhos. E, ah. Fique bem




Não demora muito para a gente perceber que aquela velha dor irritante, com pulsos costurados e dedos pegajosos, apenas deslizou para debaixo de nossas peles recém-lavadas - muito longe de ter sido subvertida. Espelhos e vitrines de lojas de departamento voltam os seus rostos para nós, repletos de lábios selados e olhos que permanecem olhos, e não a passagem pela qual esperávamos.

(Nossas cicatrizes foram curadas, o pedaço de pele apenas um pouco mais rígida do que antes. As cicatrizes são trilhos de um trem nos braços, por debaixo da camisa)




Vinte e três horas e quarenta e cinco minutos.

Chego em casa. Minha gata me cumprimenta no portão, meu pai me cumprimenta na cozinha, meu reflexo exausto me cumprimenta no espelho do banheiro - e aquela melancolia insistente sorri para mim quando vou para debaixo do chuveiro, e para o quarto, e para a cama: pé ante pé, ignorando o peso que me arrasta para o lado contrário.

Vinte e quatro horas e doze minutos.

Meu pai pergunta se eu quero jantar, eu minto dizendo que estou sem fome e tranco a porta do quarto. Eu sempre tranco a porta do quarto, mas nessa noite nada parece certo - e eu só empurro o sentimento surreal de morte para trás enquanto faço o meu caminho para a cama, luz apagada, dor preenchendo os espaços vazios detrás das costelas. Fecho os olhos - não posso fechar os olhos - abro os olhos. O livro em cima da mesa é sobre a França, alguém me manda uma mensagem no telegram, as janelas estão bem fechadas - e nada, absolutamente nada, faz sentido.

Vinte e quatro horas e trinta minutos.

Eu sempre quis felicidade. Ninguém pode me culpar por isso. Mas, talvez, falar sobre isso soe errado e bizarro, então não é sobre isso o que penso. É sobre pânico. É sobre medo. É sobre desespero. É sobre sentir que tudo o que você podia ter sempre vai lhe ser negado porque você é você - e que não há motivo tão claro quanto "porque você não merece, porque você é uma pessoa ruim; porque há uma excelente explicação para você não conseguir pensar em felicidade".

Uma hora e um minuto.

Os passos do meu pai no corredor preenchem a casa e os intervalos entre alguns suspiros de falência. Não sou de chorar porque não sou uma pessoa que sente com tanta intensidade - mas o que você faria se tivesse certeza de que aquela seria sua última hora de vida? Então eu choro, e choro, e choro em silêncio; até escutar a porta do quarto ao lado bater e a madrugada silenciar. Se eu achava que tudo já estava ruim o suficiente, então ficaria ainda pior.

Uma hora e quarenta minutos.

Tudo silencia nessa hora. As lágrimas que ainda teimam em cair são quietas, os sons na rua diminuem e até mesmo os segredos parecem vir nas pontas dos pés - como se não quisessem fazer ruído. É desespero tudo o que posso sentir, e é da falta de um divertimento sequer que eu lembro. Um isolamento insuportável. Um medo permanente de uma vaga infelicidade. Uma absoluta ausência de desejo. E as palavras que sussurro para mim mesmo, como se fossem proibidas: você deve morrer.

Uma hora e cinquenta minutos.

Abro as caixas de remédio e despejo todas aquelas pílulas na minha mão. Não choro enquanto engulo a primeira. Não sinto dor. Não sinto medo - apenas indiferença. É assim que deve. É assim que eu preciso morrer. Eu preciso morrer. Eu preciso morrer. É apenas na oitava, ou na nona, que eu sinto medo. Um medo terrível: o que os meus amigos vão pensar? O que os meus pais vão sentir? Como vão ficar as pessoas com quem me importo? E tão súbito quanto veio, tão súbito vai. Abro a porta do quarto e corro para o banheiro, enfiando o dedo garganta abaixo para despejar aquilo tudo - e esperando que se vá tudo: remédio, dor, desespero, medo, angústia, desamparo, solidão. Só vão as pílulas; a vontade de morrer continua.

Duas horas e trinta três.

Não durmo. Não fecho os olhos. Não respiro bem. Não penso bem. Não sinto bem. Por alguns minutos, sou um corpo morto em cima da cama; sou carne dadas aos vermes e sou lembrança. Talvez eu me arrependa mais tarde, mas talvez eu me arrepende por ter me arrependido. Talvez eu me mate mais tarde, mas talvez eu me sinta menos irremediável outra hora.

Oito e quinze.

Meus olhos doem e minha cabeça dói ainda mais. As marcas embaixo dos meus olhos são provas irrefutáveis do inferno pelo qual caminhei durante oito horas e alguns minutos - mas não se comparam com os últimos cinco ou seis anos. Não chegam perto de todas as vezes que pensei em morrer, e de todas as vezes que planejei isso, e de todas as vezes que cheguei ao limite, mas desisti. Não chegam perto de quantas vezes deixei de fazer algo porque pensei que não ia dar certo, ou porque imaginei que não merecia, ou porque sabia que era sorte demais. Não chegam perto de o quanto eu me odiei, e odiei a minha vida, e desejei desaparece. Não chegam perto das horas, dias, semanas, meses que perdi para o desânimo e a apatia.

Dez e trinta.

Eu sobrevivi a cinco ou seis anos e sobrevivi a uma noite inteira.
Eu posso sobreviver a isso. Eu sou forte.
Eu vou sobreviver.

Três da manhã.

Não escrevo em poesia ou em segunda pessoa porque dessa vez você não precisa sentir por mim; porque dessa vez eu preciso aprender algo. Porque eu sobrevivi - e eu vou sobreviver

_________________





avatar
Neoshadow
Furious Witch
Furious Witch

Turandor Masculino
Título de Nobreza : Duque de Turandor
Mensagens : 8446
Ka$h : 138977
Likes : 178
Data de inscrição : 05/07/2012
Idade : 24
Localização : Ἅιδης


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [TW] Cianeto

Mensagem por Sforza em Dom Set 18, 2016 2:41 pm

=/...

_________________

Time waits for no one...


"A vida é como um rolo de papel higiênico: ou você está no rolo, ou está na merda"

Permitam aos meus filhotes crescer.:


Essa Sakura é especial Sfor
tem quatro stages
a maioria só tem três.
Divirta-se com ela.
By: Hikaru
avatar
Sforza
Schizophrenic Phantom
Schizophrenic Phantom

Prontera Feminino
Clã : Mugiwaras
Título de Nobreza : Condessa de Prontera
Mensagens : 13579
Ka$h : 43017
Likes : 84
Data de inscrição : 07/12/2011
Idade : 29
Localização : No lustre do castelo


https://myanimelist.net/profile/Sfor

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [TW] Cianeto

Mensagem por PurpleFox94 em Seg Set 19, 2016 10:40 am

Essa foi a coisa mais perfeitamente humana que eu já li na minha vida;
Se voce precisar de qualquer coisa, Neo, [mesmo que sea só conversar] é só dar um alo.
avatar
PurpleFox94
Autist Bastard
Autist Bastard

Bromithia Masculino
Mensagens : 228
Ka$h : 3589
Likes : 5
Data de inscrição : 18/08/2016
Idade : 23
Localização : Americana/SP


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [TW] Cianeto

Mensagem por TiNoSa em Ter Dez 06, 2016 6:03 pm

Pesado...
Nunca sei direito o que comentar nesses casos.
Não sei como não vi esse blog aqui antes. Espero que você esteja bem, Neo. Como você tem passado nesses últimos três meses?

_________________


Spoiler:






Clique e evolua essa relação, Tinoca. By: Hikaru
avatar
TiNoSa
Perverse Romanticism
Perverse Romanticism

Prontera Feminino
Clã : Nurture
Mensagens : 19955
Ka$h : 91414
Likes : 477
Data de inscrição : 13/11/2011
Idade : 25
Localização : beyond the black rainbow


http://tinosa.deviantart.com/ https://myanimelist.net/profile/TiNoSa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [TW] Cianeto

Mensagem por Madson em Seg Dez 19, 2016 4:26 pm

Intenso. Muito intenso. Eu não sei o que dizer, mas um dia eu li em um livro uma frase muito interessante. "Eu visto as minhas cicatrizes. Elas não me vestem." Eu fiquei meio "????", mas depois eu parei para refletir e achei isso bem profundo.

_________________


avatar
Madson
Blood, Tears & Gold
Blood, Tears & Gold

Turandor Feminino
Título de Nobreza : Princesa de Turandor
Mensagens : 8054
Ka$h : 87324
Likes : 188
Data de inscrição : 04/01/2010
Idade : 22

http://mithridatiserseducteur.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [TW] Cianeto

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum