Até quando?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Até quando?

Mensagem por Kaoru em Dom Jun 29, 2014 1:27 am

Eu vou ter que aguentar minha família?
Realmente já pensei na hipótese de ir morar na casa de algum amigo da net, mesmo se fosse ser sequestrado ou estuprado, estripado até a morte, seria melhor do que ter que lidar com minha família.
O meu avô disse um frase muito interessante hoje: "- As pessoas não escolhem quem será sua família", isso é uma verdade absoluta, perdi a conta de quantas vezes fui chamado de mentiroso e falso por todos eles. Mentiroso? Falso? Que eu saiba quem é um mentiroso é quem mente, a única coisa que eu faço é dizer a verdade as pessoas, mas como todos já sabem, a verdade quase nunca é bem vinda, as pessoas preferem uma doce mentira a mais dura verdade, mesmo que elas saibam que é mentira, elas continuam se enganando a troco de menos confusão.
Uma certa vez minha avó disse que eu era cruel, porque ficava fazendo intriga entre meu pai e minha mãe... Eu não queria fazer intriga, eu apenas queria desabafar com alguém em um tempo difícil, e esse alguém era minha mãe, enquanto meu pai dava uma de maluco, é claro que minha avó só disse isso porque era uma crítica ao mais querido filho dela e ela morre e mata pelos filhos, pelos netos? É claro que não, ela fica do nosso lado até ficarmos contra os filhos dela. Minha outra avó já é de uma família que todos falam tudo pelas costas e algumas coisas na cara um do outro.
Eu não gosto desse tipo de gente, falsa, que na frente de um fala isso e na frente de outro aquilo, ah, mas essa é a família do meu pai, não da mãe.
Sabe.. Já fui muitas vezes tratado como vassalo, príncipe, imbecil, monstro, bolinha de ping-pong, entre outras coisas. Mas eu nunca fui tratado apenas como um garoto comum com problemas comuns, por que? Porque não sou filho de pessoas comuns, não venho de uma família comum, e nem sou comum.
Como sendo filho dos meus pais, sempre esperaram que eu fosse bonito como eles, inteligente como eles, sábio como eles, esperto como eles, ágil como eles, estressado como eles, mal-humorado como eles, assustador como eles, alto como eles, entre várias outras coisas. Como vindo da família dos Pereira e dos Silva, sempre esperaram e ainda esperam que eu seja destemido, bom cozinheiro, bom mentiroso, simpático, encantador, rico, popular, bonito, saudável entre outras coisas cansativas de ser.
E como pessoa sempre esperaram, que eu calasse a boca, porque sempre que eu a abro alguém acaba brigando, inteligente, alto, forte, saudável e blá blá blá

E nunca, nem sequer uma vez pensaram em mim como apenas uma pessoa, apenas uma criança, apenas um adolescente, apenas um adulto.
É engraçado pensar que meus pais viram e falam para mim "- Você não é um adolescente normal, você é meu filho". HA! Como se ser filho deles fosse grandes merdas, não vou virar o super-homem só porque sou filho deles, eu nem sequer sou saudável, eu somente resisto o quanto posso.

Eu só não aguento mais ser usado como uma bolinha de ping-pong que a pessoa pode jogar e pegar quando ela quiser. Eu só queria que eles me vissem como um ser humano normal, que comete erros, que fica doente, que mente, que engana, que é feliz, triste, grosso, infantil, etc..

Mas será que algum dia isso vai ser possível? Ou vou ter de mudar de cidade para me livrar da minha família? E mesmo se eu mudar, tenho parentes ao redor do Brasil. Até no exterior.. Ah.. Eu não sei o que fazer.
avatar
Kaoru
Obsessive Prince
Obsessive Prince

Valentine Masculino
Clã : We are Infinite
Título de Nobreza : Duque de Valentine
Mensagens : 6346
Ka$h : 44513
Likes : 58
Data de inscrição : 25/07/2013
Idade : 21
Localização : Mundo Yaoi


http://yaoiproject1.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até quando?

Mensagem por Yusuke em Dom Jun 29, 2014 11:28 am

Mano não fala isso velho. todos nós temos problemas familiares mesmo sendo pequenos. aqui na minha familia o bagulho é loco todos temos defeitos mas cabe supera-los. Não é questão de ser filho da puta contigo só que as pessoas as vezes tem dificuldade com isso. Relaxa vc tem 17 anos né? Se tiver é a fase do aborrecente cutucando seu cerebro, c vai ver a vida vai ensinar pra ti que tudo que vc tá sentindo agora é só uma fase boba que todos temos ou teremos ou tivemos. Meu pai me chamava de vagabundo todo santo dia, teve um dia que minha mãe até chorou cara, então mano eu to ligado nessa fita. 

Sabe eu já fui assim como ti tá ligado? mas sabe? a vida nos ensina a viver, pensa nisso, será que não tá na hora de vc viver? O mundo é falso e cruel, não espere dele coisas boas pq quem faz isso é vc! E sabe tem uma frase que não esquecerei tão fácil na vida " O tempo muda e junto com ela as pessoas"

Pensa nisso mano, acho que está na hora da gente viver a vida como ela tem que ser vivida não do jeito que vc quer viver ( outra frase de um amigo meu)
avatar
Yusuke
Compulsive Liar Missy
Compulsive Liar Missy

Masculino
Mensagens : 563
Ka$h : 951
Likes : 16
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 23

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até quando?

Mensagem por Saeba em Dom Jun 29, 2014 12:43 pm

Eu tbm tenho problemas com minha familia.
Sempre brigando ,sempre se separando,sempre se mudando.

Mas eu me agarro nas coisas que eu gosto e tento seguir em frente,pelo menos ate quando der.Eu penso em um dia de cada vez.Não me arrependo do que falo e das decisões tomadas,pois isso forma minha personalidade e é o que sou,é o que me faz ser unico.

Voce tem que escrever sua vida,se não o livro so vai ter problemas de familia.
avatar
Saeba
Maniac Coward
Maniac Coward

Valentine Masculino
Clã : Stark
Mensagens : 2373
Ka$h : 4079
Likes : 38
Data de inscrição : 27/01/2013

http://myanimelist.net/profile/Saeba-kun

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até quando?

Mensagem por Kaoru em Dom Jun 29, 2014 12:49 pm

Sabe Yusuke, eu não acho que seja uma faze aborrecente de revolta familiar '- '
Já passei por isso, sei que não é, porque a minha família toda sempre foi assim, e até hoje é, e tem revoltas até hoje, minha mãe de 40 anos ainda tem os mesmos problemas. Não é uma coisa temporária, minha família tem um motivo para ser assim, as duas, e eu entendo os motivos. Na verdade eles estão muito melhores do que já foram antes.
A minha mãe me criou longe deles, para eu não ficar como eles, e nem depender deles, pois ela sabe como eles são.
Hoje mesmo estávamos conversando.
Eu não espero nada das pessoas ou da vida, é tolice esperar, não se pode esperar nada das pessoas, eu sei muito bem disso, não é só porque tenho 17 anos que não sei nada.
Não escrevi tudo isso acima como uma criança querendo fugir de casa, escrevi tudo aquilo como um pensamento de que farei 18 em breve e não quero depender dos meus familiares para nada, pois sei o que acontece quando alguém depende deles.

@Saeba: É você está certo, por isso não posso ficar muito perto dos meus parentes, senão minha vida vai ser tomada por problemas familiares, eu realmente quero arranjar uma casa para alugar logo, sabe, viver independente, tendo um emprego como professor e vivendo na minha casa, longe dos problemas deles, e assim vê-los no máximo, em festas de família.
Não é nada muito grandioso nem impossível, só preciso me esforçar mais, e esperar um pouco.

_________________
Kyaaahn  cry1

avatar
Kaoru
Obsessive Prince
Obsessive Prince

Valentine Masculino
Clã : We are Infinite
Título de Nobreza : Duque de Valentine
Mensagens : 6346
Ka$h : 44513
Likes : 58
Data de inscrição : 25/07/2013
Idade : 21
Localização : Mundo Yaoi


http://yaoiproject1.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até quando?

Mensagem por TiNoSa em Dom Jun 29, 2014 5:41 pm

Infelizmente, problemas familiares acabam acontecendo com muitas pessoas. Acho que nunca ouvi ninguém dizer que nunca teve problemas familiares. Se alguém acha isso, não me contaram, uhasuash, mas é que é mais fácil a gente ouvir dos problemas do que elogios, dizer que os pais e irmãos sempre foram um amor e que a pessoa cresceu num lar 100% estruturado e livre de problemas, isso eu nunca ouvi. Já ouvi algo assim falado por pais (algo como "sempre criei bem meus filhos, bla, bla bla") mas ouvir algo assim da perspectiva de um filho eu nunca ouvi. E quando os pais vão falar da família deles, ou seja, na perspectiva de filhos, eles apontam problemas que tiveram na família. Devem ser raros os que reconhecem e até se dão conta dos próprios erros ao criar os filhos. Então eu acho que isso é um problema comum, infelizmente.
Se você é uma vítima, grandes são as chances de seus pais também terem sido vítimas dos pais deles que da mesma forma foram vítimas e assim por diante.
Eu também tenho minhas mágoas com a minha família. Apesar de felizmente minha família não ter tido problemas tão sérios quanto caso de negligência extrema ou até abuso físico e sexual, com certeza minha família não é perfeita. Esses dias eu estava até tentando entender quais são os problemas da minha família e cheguei a algumas conclusões, coisas que explicaram até o porquê de eu ser como sou. Mas sinto que eu também devo ter uma parcela de culpa por ter os problemas emocionais que tenho porque a forma como lidei com os problemas familiares influenciou na pessoa que me tornei.
Não sei qual é exatamente o problema da sua família, mas um psicólogo poderia ajudá-lo nisso. E dependendo da dinâmica da sua família, você pode estar com problemas também, alguns que talvez nem se dê conta. Se você está se sentindo muito incomodado com isso, pode ser que terapia ajude. Dependendo do problema, você pode estar sendo afetado por isso e há um grande risco de desenvolver problemas na sua personalidade e até de você reproduzir esses problemas familiares futuramente, sem se dar conta. O que psicólogos dizem que precisamos fazer nesses casos é: quebrar o ciclo.
Perdoar e se certificar de que você está emocionalmente bem faz parte de quebrar o ciclo.
Infelizmente tenho alguns problemas que não superei. Uma das minhas maiores feridas tem a ver com minha infância e minha família. É algo que não consigo superar, não consigo perdoar, não consigo quebrar o ciclo, mas também é algo que não cheguei a tratar enquanto fazia terapia (que foi mais focada em depressão e problemas de socialização). Penso em daqui a um tempo voltar para psicoterapia porque tem coisas que ainda preciso resolver. Considere isso também, Kaoru. Pode ser que te ajude a entender o que acontece com sua família e o que está acontecendo com você, e quem sabe até mudar a situação em que você está e ajudá-lo a quebrar o ciclo. Pense nisso.

_________________


Spoiler:






Clique e evolua essa relação, Tinoca. By: Hikaru
avatar
TiNoSa
Perverse Romanticism
Perverse Romanticism

Prontera Feminino
Clã : Nurture
Mensagens : 19893
Ka$h : 91225
Likes : 476
Data de inscrição : 13/11/2011
Idade : 25
Localização : Treasure Town


http://tinosa.deviantart.com/ https://myanimelist.net/profile/TiNoSa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até quando?

Mensagem por Kaoru em Dom Jun 29, 2014 6:23 pm

Você tem razão Tin, é um ciclo vicioso que nunca para.
Eu sei os problemas da minha família, e não é porque eu seja o todo poderoso entendedor do universo, é só porque me contaram que eu sei, eu sou bom ouvinte e as pessoas acabam me contando coisas demais.
Nada impressionante, mas escuto os defeitos de todos da família, não tanto da família do meu pai, pois eles não gostam de falar do passado, só quando é para te repreender, ai você fica sabendo de todos os segredos sórdidos.
Os motivos por eles serem como são, está muito envolvida com a história de nossa família, que sempre foi muito interligada, nunca nos separamos de nossos parentes de fato, só por um curto tempo, e o ciclo é você acabar mal e ter de voltar para eles, ser cuidado por eles, esse é um dos ciclos, o outro é a violência tanto verbal como corporal, eu realmente quero quebrar este ciclo ridículo.
Não sei se posso, mas quero, muito mesmo.
Minha família não é ruim, eles são amorosos, quando você precisa eles sempre estarão do seu lado, mas a consequência de você ter ido até eles vai te perseguir para o resto da sua vida, pois eles não esquecem.
Vem muito por causa do sofrimento que eles tiveram, todos já sofreram demais, não gosto nem de lembrar, mas são muito orgulhosos e isso nem sempre é uma coisa boa.
Pra você ter uma noção Tin, minha mãe é psiquiatra. E eu já fui a psicólogo, não adiantou muito, mas eu não ajudei também, era muito desconfiado na época, achava que ele iria contar tudo o que eu disse para meus pais, e eu tava certo, isso só me fez ficar mais desconfiado.
Minha personalidade? Pode não ser muito tarde para melhorar, estou trabalhando nisso. Mas algumas coisas não podem ser consertadas.
E, eu não guardo rancor, não vou ficar sem falar com eles ou odiá-los pelo resto da minha vida pelo que eles fazem, eles são assim, a única coisa que posso fazer é aceitar isso. Porém não sou obrigado a conviver com isso.

_________________
Kyaaahn  cry1

avatar
Kaoru
Obsessive Prince
Obsessive Prince

Valentine Masculino
Clã : We are Infinite
Título de Nobreza : Duque de Valentine
Mensagens : 6346
Ka$h : 44513
Likes : 58
Data de inscrição : 25/07/2013
Idade : 21
Localização : Mundo Yaoi


http://yaoiproject1.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até quando?

Mensagem por TiNoSa em Dom Jun 29, 2014 7:05 pm

Nesse caso que você citou da terapia que não adiantou, seria possível você conseguir consultar um psicólogo que não tivesse contato com sua família? Talvez quando você completasse 18 anos? Porque nesses casos acho que ele(a) não precisaria ficar informando muita coisa sobre o seu tratamento, já que você seria maior de idade. Não sei bem como funciona isso "por trás dos bastidores" de uma psicoterapia, mas eu acredito que se o paciente tiver 18 anos, não tem por que os pais dele serem contatados. Não sei que tipo de coisas seu psicólogo chegou a contar pra eles, mas eu entendo como deve ter sido tenso isso, porque na verdade a gente deveria ter confiança neles, então vê-la sendo quebrada deve ser ruim, ainda mais porque eles devem seguir um sigilo médico (a não ser em algumas exceções como confissão de crimes que não foram reportados, por exemplo).
É a única solução que vejo pra esse caso da quebra de confiança que você sofreu e do tratamento que não deu certo. Um possível problema seria a questão do pagamento de consultas. Não sei se você ainda depende financeiramente dos seus pais, mas se for o caso, aí seria meio complicado você procurar tratamento sem o envolvimento deles.

Mas fico feliz por ver que você se dá conta de como isso pode estar afetando sua personalidade e de como você quer quebrar esse ciclo. Eu, por exemplo, sou o tipo de pessoa que dificilmente conseguiria formar uma família estruturada porque tenho problemas que não foram resolvidos ainda e, por mais que seja difícil reconhecer, eu já notei que reproduzo algumas das características que mais condeno em relação aos meus pais.

Sim, você não é obrigado a conviver com isso, por isso eu estou torcendo pra que você consiga encontrar formas de sair da sua situação atual pra não ter que sofrer com esses problemas familiares diariamente e também evitar a reprodução deles no futuro. Boa sorte, Kaoru!

_________________


Spoiler:






Clique e evolua essa relação, Tinoca. By: Hikaru
avatar
TiNoSa
Perverse Romanticism
Perverse Romanticism

Prontera Feminino
Clã : Nurture
Mensagens : 19893
Ka$h : 91225
Likes : 476
Data de inscrição : 13/11/2011
Idade : 25
Localização : Treasure Town


http://tinosa.deviantart.com/ https://myanimelist.net/profile/TiNoSa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até quando?

Mensagem por Kaoru em Dom Jun 29, 2014 7:53 pm

Arigato Tin, na verdade também vejo muito dos problemas dos meus pais em mim, não sei se é possível mudar totalmente isso, fomos criados assim, vem do berço, é como dizem.
É eu precisaria de algum que não tivesse contato com minha família, e realmente tem de haver sigilo, mas no meu caso ele era amigo da minha mãe, então eu já sabia que não podia confiar, afinal já tive que suportar muitas coisas por ser filho dos meus pais.
Mas sabe, acho que podemos tentar pegar na maioria do tempo as qualidades deles, como a minha mãe, que é muito boa e cuida de mim sempre não importa o que eu faça e meu pai que sempre da um jeito de resolver os problemas e as vezes é carinhoso.
Talvez construir uma família equilibrada não seja possível, todos temos defeitos, mas só o fato de termos consciência do que fazemos já é um ponto positivo pra gente.

_________________
Kyaaahn  cry1

avatar
Kaoru
Obsessive Prince
Obsessive Prince

Valentine Masculino
Clã : We are Infinite
Título de Nobreza : Duque de Valentine
Mensagens : 6346
Ka$h : 44513
Likes : 58
Data de inscrição : 25/07/2013
Idade : 21
Localização : Mundo Yaoi


http://yaoiproject1.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até quando?

Mensagem por Ma em Seg Jun 30, 2014 12:12 pm

Kaoru. Li seu texto e me encontrei em boa parte dele. Farei 20 anos daqui 2 meses e queria me mudar, ir morar em outra cidade pra cursar a faculdade que quero; não ter problemas com meus pais homofóbicos... Problemas familiares todo mundo tem. 

Só tende a piorar. Desculpa a sinceridade. Mas creio que você disse que já pegavam no seu pé. Como você será adulto em breve, esperarão mais de você. Se você quer viver com amigo pra evitar a família, pode fazer uma experiência. Eu faria isso se pudesse.

Não sinto falta da família. Já fiquei 1 semana sem ver os rostos deles e nem me importei. Anos que não visito parentes, por que sei que minha família só presta pra aparecer quando a gente faz coisa errada. Por isso que nunca irei contar pra eles sobre meu namoro com uma mulher.
avatar
Ma
Tormented Soul
Tormented Soul

Prontera Feminino
Clã : Bad Reputation
Mensagens : 26461
Ka$h : 148052
Likes : 208
Data de inscrição : 07/02/2011
Idade : 23
Localização : Gallifrey


http://sepaginando.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até quando?

Mensagem por Kaoru em Seg Jun 30, 2014 2:07 pm

Exatamente isso Ma, to a quase um mês sem ver meu pai e a muito mais do que isso sem ver minha avó e eu não sinto falta deles, acho que pode ser uma frieza minha, mas realmente não sinto falta, sem eles fica tudo mais fácil.
Um problema parece se dissipar mais rápido quando eles não estão lá para jogar na cara.
Eu sei que tende a piorar, e por isso quero sair o mais rápido o possível.

_________________
Kyaaahn  cry1

avatar
Kaoru
Obsessive Prince
Obsessive Prince

Valentine Masculino
Clã : We are Infinite
Título de Nobreza : Duque de Valentine
Mensagens : 6346
Ka$h : 44513
Likes : 58
Data de inscrição : 25/07/2013
Idade : 21
Localização : Mundo Yaoi


http://yaoiproject1.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Até quando?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum