Mundo Velho.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mundo Velho.

Mensagem por Neoshadow em Dom Dez 23, 2012 11:32 pm

Spoiler:

You're free to leave or stay.

Hoje eu fiz algo que eu não fazia há muito tempo - olhei o mundo.

Eu não me preocupo com isso por preguiça, mesmo. Falta de amor ao próximo. Mas hoje eu olhei pela janela - só pelas persianas, se é para ser sincero -, e parei para refletir sobre esse habitat natural ao qual nós estamos acostumados. E sabe o que eu vi?

Um mundo doente.

E não me refiro à doença física. Não é a malária, nem a AIDS, nem o câncer. Não é a fome, nem as drogas, nem o medo. Não é sequer a gripe. A doença que nos persegue, como uma sina, é uma doença da alma. Doença impregnada, feroz, que mata. Doenças da alma são tão contagiosas que eu me senti doente só de olhar pelo mínimo que aquelas frestas permitiam.

Os humanos estão podres. É a mentira, é a falsidade. Essa corja de moralistas a solta gritando por um Deus e crucificando Satanás, dizendo "você vai para o inferno se fizer isso" ou "você vai para o inferno se NÃO fizer isso". Pelo o que eu me lembro, quem fazia isso eram os papas, os padres, os bispos, o caralho a quatro do tempo da inquisição, do tempo da venda das indulgências.

A sem-vergonhice continua a mesma. Só mudou o nome da religião.

Não bastasse isso, essa falsa pureza que todo mundo carrega na cara, ainda me vêm vários bons homens, com seus sorrisos robóticos, falando da beleza da mulher, da santidade do corpo, da benevolência da alma. No fundo eles querem é sexo. Querem festa. Querem trepar, como dizem. Gozar e se lavar para aproveitar o resto da noite. E eu não falo só de homem macho não. É homem fêmea, também. Mulher, que se faz tão boa, tão meiga, tão santa, e depois, ao se trancar com outro ser - seja ele macho ou fêmea - solta as suas feras e esquece a tal da moralidade, da elegância, da santidade.

Santidade!

Diz pra mim, quem é santo?

Você não cansa? Não cansa de, também, bancar o santo? De não falar tal coisa pra não ser anti-ético, de não votar em tal idiota porque tal é anti-cristo, de não escutar tal música para não parecer idiota, de não falar com tal fulana para não parecer burro?

Esse mundo é ridículo.

A utopia que tantos querem nem sequer poderia ser projetada nele. Esse mundo tá cheio de hipocrisia e moralidade falsa, de uma intrínseca necessidade de parecer puro, limpo, criança. Cansou! Esse mundo está velho! Doente demais!

Se eu pudesse, eu ia pra Marte. Não é isso o que dizem? Os incomodados que se mudem? Pois me incomodo mesmo! Falo mesmo! Odeio mesmo! Xingo mesmo! Foda-se! Vou ferir sua benevolência, ó grandioso pregador da terra santa que todos nós herdamos?

A Terra pode ser santa, mas seus habitantes são ratos. Piores do que ratos, pois não quero manchar a imagem dos bichinhos dos quias tomamos o habitat natural. São... Sanguessugas. Bichos nojentos, escrotos, imundos, que vão sugando a vida como pernilongos. Pragas. Desses eu não tenho problema em falar. São como sapos - molhados, nojentos, pulando de canto em canto com sua frieza encarnada na ponta dos dedos.

Não me mato porque, apesar de tudo, eu não sou um fraco. Eu não amo esse ambiente criado pelos homens, não. Não amo essa necessidade por tecnologia que eu mesmo tenho. É verdade. Eu adoeci, também. Minha alma me dá nojo. Fico olhando pra mim mesmo no espelho e pensando "o caralho que eu sou como essa gente", mas eu sou. E sabe o que os pseudo-moralistas vão dizer? Que eu preciso de um psicólogo. Que eu preciso ler, em informar, estudar, pensar na vida, parar de ser bruto. Vão dizer que eu preciso amar e ser amado. Vão dizer que eu sou infeliz, que me falta alguma coisa nessa vida.

PORRA! ACORDEM! Pelo amor do deus que vocês pregam, ACORDEM. O que me falta é a sinceridade vinda do mundo todo! Falta ligar a televisão e ver a verdade, nua e crua, sem ser lapidada! A verdade que dói, que fere, que machuca. A verdade sobre o que está acontecendo com o clima, com a camada de ozônio. Quero saber quando o mundo acaba! Quero saber quem foi que matou a poesia! Quero saber quem foi que disse para Lennon que o sonho existe!

Quero saber quem foi que disse que isso aqui está bom do jeito que está.

Você acredita? Então tá. Não conte comigo, e não tente me convencer de que vale acreditar nessa maioria burra que sobrevive no mundo como se o barco estivesse a ponto de afundar. Não tem esse lance de 'fazer minha parte'. Vou só ser quem eu sou. Quem eu quero ser. Ser sincero do jeito que espero que sejam. Dizer o que penso. Mesmo que doa. Não sei mais mentir pro mundo, nem pra mim mesmo. Não sei mais fechar os olhos antes de uma refeição e dizer "obrigado pela comida", e fingir que, depois disso, tudo é perfeito. Tem gente morrendo de fome no mundo INTEIRO, enquanto você está comprando um carro novo para chegar mais cedo na Igreja. Tem gente - gente como eu, gente como você - lutando no mundo INTEIRO para ter direitos de gente - gente como eu, gente como você - enquanto você reclama de um casal que se beijou na rua.

Humanidade burra. BURRA.

Não sei se existe um remédio pro mundo. Essa doença que pega a todos nós continua se alastrando por todos os cantos. Não adianta nem tentar ser criança. As crianças aprendem a ser egoístas antes de aprenderem a dizer 'mamãe' e 'papai'. A pureza está fugindo desse mundo, assustada demais.

E não venha me dizer que eu perdi as esperanças porque eu vou, no mínimo, rir da sua cara. Abra a sua janela e diga: existe alguma coisa bonita aí fora que não seja carregada pelo vento?

A humanidade é o vírus. Extermine-o, e eu poderei voltar a acreditar que há alguma esperança para esse mundo triste.

(Hoje eu acordei cansado. É isso)

_________________





avatar
Neoshadow
Furious Witch
Furious Witch

Turandor Masculino
Título de Nobreza : Duque de Turandor
Mensagens : 8446
Ka$h : 138977
Likes : 178
Data de inscrição : 05/07/2012
Idade : 23
Localização : Ἅιδης


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mundo Velho.

Mensagem por Bilbo em Dom Dez 23, 2012 11:48 pm

De fato, a coisa está feia.

"Falta ligar a televisão e ver a verdade, nua e crua, sem ser lapidada! A verdade que dói, que fere, que machuca. "

Isso, pessoalmente, é o que mais me irrita. No fundo, todos sabem da verdade, do que está acontecendo, e simplesmente fecham os olhos. Se irritam por meia hora, postam no facebook uma imagem de uma criança passando fome e pronto. Acabou o problema, esquecem e voltam a viver sua vida normal. Isso já é parte do cotidiano. Infelizmente, falarei apenas por mim, sinto dizer isso, mas, lendo seu texto percebi que já fui infectado e não sei se há volta, pois isso é a tendencia talvez, e pior, porque eu sou apenas um individuo, se só eu estivesse sido seria bom. Parece que quanto mais o tempo passa, mais a tecnologia evolui, e maior fica a capacidade de ploriferação dessa "doença".
Depois quando o jovem se prende num "mundo de fantasia", só querendo saber de seus livros fantásticos, animes, filmes, ou qualquer coisa, e perde a vontade de "viver a vida", ele é o problemático.
Talvez seja, talvez não, mas, decididamente não há ser humano capaz de julgar outro nesse mundo.
avatar
Bilbo
Demented Stranger
Demented Stranger

Masculino
Mensagens : 49
Ka$h : 105
Likes : 0
Data de inscrição : 18/12/2012
Idade : 20
Localização : Valfenda


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum