Feminismo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Feminismo

Mensagem por Neoshadow em Sex Jan 02, 2015 6:37 pm

Esse vídeo, Gustavo, é uma merda.

Primeiro que as leis não foram criadas para favorecer as mulheres, e sim para protegê-las. A Lei Maria da Penha, por exemplo. Eu tive, recentemente, um caso muito sério de agressão dentro da minha família. O marido da minha tia que morava lá no Rio de Janeiro espancou ela toda e ela ficou toda desamparada porque ela meio que dependia dele e tudo o mais. E foi por besteira, mesmo. Recentemente, fazendo um artigo científico sobre televisão brasileiro na década de 90, eu acabei esbarrando na questão da representação feminina, por causa de uns casos de violência doméstica que eu achei.

É algo MUITO mais sério do que parece. Existem mulheres por aí sendo assassinadas por seus parceiros. E aí você pode argumentar o que o problema não está nessas mulheres serem assassinadas, porque QUALQUER UM pode ser assassinado, e isso é realmente lamentável, mais aí eu digo: elas são assassinadas porque elas são mulheres.

Só por isso.

E é um problema muito grave quando uma pessoa acaba sendo transformada em um categoria só e paga por isso. Quando espera-se que uma mulher cumpra o seu "papel social"; quando um homossexual é chamado de "travesti", como eu já vi acontecendo; ou até mesmo quando um homem falha em cumprir com suas "obrigações masculinas" (o que não é um caso tão grave quanto os outros, mas podem acontecer tragédias por conta disso, sim).

Você acha, agora, que é justo dizer que essa lei "beneficiou a mulher em detrimento do homem"? Acho que não, heim.

Agora vamos aos exemplos práticos: Porque é claro, tadinho dozomi que tem que ir trabalhar com roupa desconfortável e quente (enquanto a mulher sofre abuso na outra sala SÓ PORQUE ELA É MULHER, ou até mesmo na rua, por estar andando com uma roupa mais "confortável". E sofreria mesmo se não estivesse porque, adivinha só, ela é mulher e não tem direito de falar nada).

Sobre os xingamentos: quando eu fiz psicopatologia na UnB, me deparei com uma pesquisa interessante sobre isso. O xingamento é um lugar social no qual você supostamente não deveria estar, e é por isso que soa tão ofensivo. Quando uma mulher é xingada, quase tudo converge para a questão sexual ("galinha", "vadia", "prostitua", "rameira" e etc). Isso porque, supostamente, ela não pode expressar a sua sexualidade da forma que ela quer, não pode ter mais de um parceiro e etc. Já o homem vai pelos xingamentos que o transferem para a esfera do feminino/feminizado: "viado", "baitola", "bichinha", "mulherzinha", etc. Como se fosse UM HORROR ser uma mulher. Como se mulher fosse, assim, um bicho inferior, uma coisa. Também tem essas outras variações que o autor do vídeo citou, mas elas não parecem tão ruins e icônicas quanto isso o que eu acabei de dizer.

Uma injustiça com ozomi, mesmo.

A parte econômica: AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA. Sério que eu vou ter que desconstruir esse argumento, também? Se você olhar bem, ele disse que as mulheres "mandam" na economia doméstica. Eu realmente não sei como isso funciona, mas deve ser porque faz parte do papel social da mulher cuidar do lar. Algo do tipo: "vai fazer as compras, mulher".

Eu não li a postagem a qual ele se refere no último exemplo, mas a questão do corpo também é algo importante pro feminismo. É, na verdade, uma das principais lutas do feminismo contemporâneo: as mulheres são donas do próprio corpo e etc. Bom, eu to ficando cansado de escrever sobre isso, então não vou me prolongar muito no assunto. Mas quantas noticiais você viu, no ano passado, de mulheres estuprando homens? Ou de fotos de artistas masculinos que vazaram na internet sem o consentimento destes?

Sobre homens cagando regra no feminismo, como esse cara fez, dizendo o que pode e o que não pode: acho uma merda. Uma vez um professor meu, de psicopatologia, disse que homem é um bicho tão babaca e egocêntrico que TUDO tem que girar ao redor do pau dele. E é por isso que encrenca tanto com feminismo, que é um movimento feito por mulheres, para mulheres. O homem obviamente fica em segundo plano (ou nem aparece).

Para concluir, gostaria de endossar que concordo com as lutas do feminismo porque eu estudo História e sei que a mulher sempre foi inferiorizada e marginalizada, e que isso é uma questão TÃO séria e real que os historiadores só começaram a considerar estudar a história das mulheres a vinte anos atrás; porque sei que a violência sobre a mulher é enorme, tanto em corpo quanto em mente; porque fui criado por uma mulher solteira e vi todas as dificuldades que ela enfrentou por causa disso; porque senti na pele o machismo destrutivo, a babaquice da "superioridade do homem"; e porque preso por um mundo mais justo e mais livre, mesmo que isso signifique ter que desconstruir várias coisas que eu achei (e algumas que eu ainda acho) que são naturais.

Também queria terminar esse textinho dizendo que demagogia sempre vai existir, mas que isso não torna a luta menos necessária ou verdadeira. E fim, não vou escrever mais nada.

_________________





avatar
Neoshadow
Furious Witch
Furious Witch

Turandor Masculino
Título de Nobreza : Duque de Turandor
Mensagens : 8431
Ka$h : 138742
Likes : 178
Data de inscrição : 05/07/2012
Idade : 23
Localização : Ἅιδης


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Feminismo

Mensagem por Kat Loka em Sab Jan 03, 2015 1:20 am

Só queria criar intriga mesmo
hoho
Eu concordo que há áreas onde a mulher ainda sofre vários tipos de abusos apenas por ser mulher, e áreas onde os homens idem.
Mas eu também acho que o feminismo apela em várias áreas e argumentos que dá vontade de rir. E há também o perigo do exagero, da manipulação.

O vídeo aborda uma coisa muito interessante de forma meio secundária, que acontece em toda ideologia (motivo pelo qual eu odeio 'vestir a camisa' de qualquer uma): as pessoas vão defender o ponto de vista que elas escolheram, sem se importar em usar argumentos distorcidos ou erísticos.
E há sim situações em que os homens são injustiçados:
Por que as mães têm prioridade sobre a guarda dos filhos?
Por que as mulheres trabalham menos pra se aposentar mesmo tendo uma expectativa de vida maior?
Por que quando uma mulher corta o pinto de um marido adultero a sociedade bate palmas?? (sério, isso me assusta)
e talz e bla
avatar
Kat Loka
Suicidal Singer
Suicidal Singer

Prontera Masculino
Título de Nobreza : Duque(sa) de Prontera
Mensagens : 650
Ka$h : 10096
Likes : 26
Data de inscrição : 03/08/2014
Idade : 27
Localização : To na luta.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Feminismo

Mensagem por Hayato -q em Sab Jan 03, 2015 12:39 pm

o que penso do feminismo bem ... Admito que ele la pro seculo 19 ajudou muito as mulheres ir atras de seus direitos mas hoje em dia no seculo 20 a maioria das feministas são mulheres que querem vantagens em vez de direitos iguais sem querer responsabilidade. então desprezo bastante o feminismo hoje em dia sei que a mulheres dentro dele que buscam direitos iguais mas sua maioria não é assim
avatar
Hayato -q
Sanguinary Maid
Sanguinary Maid

Bromithia Masculino
Clã : Mugiwaras
Mensagens : 4361
Ka$h : 2838
Likes : 9
Data de inscrição : 08/11/2011
Idade : 20
Localização : ...


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Feminismo

Mensagem por Nutty em Dom Jan 04, 2015 4:20 pm

^ Existe uma enorme diferença entre feminista e feminazi.

Eu apoio a igualdade de direitos, de salários, social, etc. Mas não defendo superioridade das mulheres, não acho que mulheres não precisam de homens (até porque, convenhamos meninas, por mais bruta que um mulher pode ser, em questão de força física, uma mulher perde feio. Além de outras características neurológicas que diferem ambos os sexos e são vitais para o bom-funcionamento do mundo quando trabalhadas EM CONJUNTO) e, principalmente, não sou feminista somente quando me favorece a situação. Um exemplo disso, é o fato de "toda mulher querer ganhar igual à um homem" porém rejeitar "o alistamento obrigatório ao serviço militar aos 18 anos para ambos os sexos".
Não acho que o feminismo tenha se tornado algo velho e sem necessidade nos tempos atuais, só que sua verdadeira essência começou a se perder e ser mesclada com o egocentrismo humano. Assim como grande parte das lutas em que existe a minoria x maioria.
Outro ponto que não suporto, é quando a dita minoria passa a usar o direito de luta para santificar e elevar o oprimido frente ao opressor. Quando dizem que a culpa do machismo é só dos homens, mas NÃO É. Coloquem isso na cabeça, se uma mulher é machista, ela sustenta o direito do opressor. Quando dizem que a mulher não tem culpa por ser machista porque o opressor ensinou ela a ser assim: é total descabimento. E sabe por quê? Quando suas bisavós e avós queimaram sutiãs, NÃO HAVIA APOIO SIGNIFICATIVO. Os pais, irmãos, tios NÃO ENSINAVAM a lutar por direitos iguais, ao contrário, tentavam oprimi-las (meu pai disse que se ele tivesse nascido nessa época e eu quisesse lutar por direitos, ele me trancaria em casa sem ver a luz do sol, isso porque ele é homem "dessa era"). Esse tipo de argumento já deixou de ser válido.

Eu acho feminismo um termo até feio de ser usado, assim como o machismo. Sou a favor dos direitos iguais perante humanos, fim. Assim, ninguém pode se definir mais humano que o outro, se beneficiar mais que o outro, ter preconceito com humanos.
Se um homem pode fazer algo, uma mulher também pode. Argumentos supérfluos pra tentar sustentar os lados são inúteis e rótulos desnecessários. Um dos argumentos mais chatos que vejo é o do aborto (antes de mimimi: eu sou a favor), já que não é porque você é feminista que, necessariamente, aborta. Ou não se depila. Ou é lésbica. Ou é falta de pinto.
Assim como não é porque você é homem que estupra, que é opressor, que não pode lutar por igualdade.
Por que muda algo só pelo que você esconde dentro das roupas intimas?

_________________
avatar
Nutty
Neurotic Killer
Neurotic Killer

Valentine Masculino
Título de Nobreza : Condessa de Valentine
Mensagens : 5699
Ka$h : 17942
Likes : 76
Data de inscrição : 21/05/2012
Idade : 20
Localização : Dollhouse.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Feminismo

Mensagem por Ma em Dom Jan 04, 2015 7:06 pm

Nutty tocou num ponto importante. O alistamento. Já pararam pra pensar que muitas nem se alistam por medo? Praticamente só tem homens lá. Muito provavelmente pegariam pesado com as mulheres pra terem uma prova de que ela conseguiria seguir. Como tem tanto homem que odeia e gosta da carreira militar, existe mulher também.

Neo e Nutty <3

Sabe aquelas pessoas que adquirem algo pra vida, mas não sabem o real significado? Então, tem pessoas que se acham feministas, mas não sabem o que é o feminismo.

Mulher até um século atrás (na verdade até hoje), é tratada como um objeto, onde a família a troca por algo favorável, e a entrega para um homem que ela provavelmente odiará (e coloco aqui dentro todas as idades possíveis, desde uma criança de seis anos até uma adulta).

Ma
Tormented Soul
Tormented Soul

Prontera Feminino
Clã : Bad Reputation
Mensagens : 26336
Ka$h : 146702
Likes : 208
Data de inscrição : 07/02/2011
Idade : 23
Localização : Gallifrey


http://minhajubadeleao.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Feminismo

Mensagem por Scarlat em Seg Jan 12, 2015 9:54 pm

upando pq voltei de viagem e quero só dar um toque
li algumas vezes vocês dizendo ~ mulher machista ~ mas não existe mulher machista e sim mulher que reproduz machismo porque o sistema machista não a beneficia mas sim a prejudica (fuen não sei explicar direito :< mas vou deixar um texto procês lerem) e em contrapartida todo homem é machista (texto tbm pfvr leiam)

@surfsushi escreveu:Se você quiser realmente entender o meu ponto de vista (porque você entendeu ele todo errado), só precisa ler isso. É longo, mas ajuda a abrir olhos. Enfim, você provavelmente não expressará interesse em ler ou entender. Fique com seus pensamentos.
HAHAHAAHAAAHHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA O TUMBLR COM UMA IMAGEM DE UMA MULHER MUÇULMANA PRA MOSTRAR QUE ELAS SÃO ~~~AS OPRIMIDA~~~ ENQUANTO REBLOGA JE SUIS CHARLIE, QUE FAZIA CHARGE SUPER ISLAMOFÓBICA HAHAHAHAHAHAHAHAHA que piada

mas né nem tenho o que falar, desisti de ler seriamente o post depois de usar imagem de ~ male tears ~ pra anular o feminismo e falar que cantada não é opressão (que) e usar o discurso não sou vítima (falta de empatia ta tendo demais)
mas já que o post é basicamente baseado na misandria vou te passar três textos, here we go:
1, 2, 3 (bonus: outras falácias aka racismo reverso e afins), e esse masterpost maravilhoso

enfim, espero que você encontre a luz algum dia beijos flower
avatar
Scarlat
Furious Witch
Furious Witch

Prontera Feminino
Mensagens : 8355
Ka$h : 17570
Likes : 79
Data de inscrição : 18/01/2010
Idade : 21

https://myanimelist.net/profile/glamazon

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Feminismo

Mensagem por The Ghoul em Seg Fev 01, 2016 10:31 am

Sobre todo homem ser machista: É verdade.
Todo homem se beneficia do patriarcado e do machismo da nossa sociedade. Ser homem é uma grande privilégio na nossa sociedade.
Progredindo desse ponto temos duas ideias.
A primeira é que não existe mulher machista, como a Scarlat falou.
A segunda é que não existe homem feminista. Existem homens que usam seus privilégios enquanto homens para ajudar as mulheres na luta por direitos, e esses são homens pró-feministas.
avatar
The Ghoul
Demented Stranger
Demented Stranger

Mensagens : 41
Ka$h : 1327
Likes : 2
Data de inscrição : 30/01/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Feminismo

Mensagem por Deeh Namikaze em Qui Jul 14, 2016 2:37 pm

Ressussutando:

O feminismo é necessário por que ainda estamos sob as amarras no machismo e patriarcado. E não adiantam dizer que isso é mentira, pois é só fazer uma análise dos discursos cotidianos pra saber que isso é real.

A não confundam feminismo e femismo, pelo amor...

_________________
True Hapiness
avatar
Deeh Namikaze
Consulting Detective
Consulting Detective

Valentine Feminino
Clã : Bad Reputation
Mensagens : 6962
Ka$h : 13312
Likes : 46
Data de inscrição : 06/01/2010
Idade : 24
Localização : 221B Baker Street


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Feminismo

Mensagem por Voltrotz em Qua Jul 20, 2016 1:57 am

Ainda bem q isso ja faz mais de 6 anos, q lamentavel...

_________________
avatar
Voltrotz
Tormented Soul
Tormented Soul

Valentine Feminino
Clã : Bad Reputation
Mensagens : 27329
Ka$h : 30791
Likes : 159
Data de inscrição : 04/01/2010
Idade : 27
Localização : Nova Amsterdã


http://www.voltrotz.deviantart.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Feminismo

Mensagem por Nan-Chan em Qua Jul 20, 2016 4:16 pm

Algumas observações que eu achei necessárias fazer depois de ter lido toda essa discussão (apesar de grande parte dela ter acontecido um tempo atrás acho legal falar essas coisas, já que são coisas bem recorrentes e tal).

Primeiro: Femismo não existe, muito menos as tão “lendárias” femistas. O femismo seria no caso “o oposto do machismo”, seguindo ao pé da letra: mulheres que oprimem homens. Mulheres que oprimem homens (Mulheres podem oprimir homens sim, mas não na questão de gênero, e sim na racial por exemplo). Essa ideia é realmente absurda, é impossível no caso um oprimido oprimir seu próprio opressor. Uma mulher não tem todo um sistema social que a privilegia. Mulheres não agridem, estupram ou matam homens por se acharem donas do corpo deles. Basicamente falar sobre femismo é o mesmo que falar sobre racismo reverso. Entendo usarem o femismo como um exemplo de: “o que SERIA o oposto do machismo” mas não “o que É o oposto do machismo”, existe claro a misandria, que é algo completamente diferente.

Segundo: Misandria é o oposto de misoginia. Misandria no caso é o ódio/aversão/desprezo a pessoas do sexo masculino. Existe uma grande demonização do que seria misandria, mas espero que entendam que as poucas mulheres misandricas que existem (misandria vai muuuuito além do que as pessoas costumam achar que é) são assim por causa de traumas anteriores (misandria é muito comum entre vítimas de estupro e violência doméstica, por exemplo).

Terceiro: Mulher não é machista. Não tem como um oprimido se oprimir (mulher não oprime mulher na questão de gênero). O que a mulher faz é reproduzir o machismo, é falar/praticar atitudes machistas que estão implantadas na sociedade.

Quarto: O termo feminazi é COMPLETAMENTE ridículo. Não preciso nem explicar o motivo disso não é? Então espero de coração que vocês evitem usar e falem pros outros não usarem também.

Agora vou dar uma geral sobre minha visão de feminismo e tal, algumas críticas etc etc.

Eu sou feminista, e infelizmente sigo uma vertente, a interseccional (digo infelizmente por achar ridículo o movimento ser tão dividido, mas eu realmente tenho ideias bem diferentes de algumas outras vertentes e não consigo ser neutra na situação). Por muito tempo eu tive essa visão de que o feminismo era “falta de rola”, e mesmo eu sendo desde sempre a favor da igualdade entre homens e mulheres, eu não gostava do feminismo (mesmo eu sendo feminista, sem entender) por causa de tudo que falam do movimento, sobre ódio, superioridade, que claro são atitudes presentes nesse ativismo, mas por uma minoria muuuuuito pequena, digo isso por frequentar grupos feministas.

O que eu vou falar agora é basicamente um desabafo: O feminismo assim como várias outras formas de ativismo (lgbtq+ por exemplo) tem muito ódio, muita opressão, muito recorte mal feito, muita “passagem de pano” (vulgo proteger amiguinha mesmo ela cagando pela boca só por ela ser sua amiguinha), muitos absurdos em um geral. Mas o movimento é lindo, lindo demais. Mesmo que de vez em quando eu tenha que respirar bem fundo pra não pular fora dessa.

Se alguém quiser tirar alguma duvida/discutir comigo sobre alguma coisa/sla, eu to sempre de braços abertos pra conversar IOJCAOISJDC sério, gosto bastante de falar sobre isso. Peço perdão se eu tiver feito um erro absurdo de concordância/digitação/pontuação pq escrevi tudo isso pelo celular e é foda.
avatar
Nan-Chan
Psychotic Villainess
Psychotic Villainess

Valentine Feminino
Clã : We are Infinite
Título de Nobreza : Marquesa de Valentine
Mensagens : 1332
Ka$h : 23419
Likes : 43
Data de inscrição : 16/05/2013
Idade : 18

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Feminismo

Mensagem por Saeba em Ter Jul 26, 2016 5:15 pm

odeio essas feminazis
avatar
Saeba
Maniac Coward
Maniac Coward

Valentine Masculino
Clã : Stark
Mensagens : 2373
Ka$h : 4079
Likes : 38
Data de inscrição : 27/01/2013

http://myanimelist.net/profile/Saeba-kun

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Feminismo

Mensagem por Deeh Namikaze em Qua Jul 27, 2016 12:33 pm

@Nan-Chan escreveu:Algumas observações que eu achei necessárias fazer depois de ter lido toda essa discussão (apesar de grande parte dela ter acontecido um tempo atrás acho legal falar essas coisas, já que são coisas bem recorrentes e tal).

Primeiro: Femismo não existe, muito menos as tão “lendárias” femistas. O femismo seria no caso “o oposto do machismo”, seguindo ao pé da letra: mulheres que oprimem homens. Mulheres que oprimem homens (Mulheres podem oprimir homens sim, mas não na questão de gênero, e sim na racial por exemplo). Essa ideia é realmente absurda, é impossível no caso um oprimido oprimir seu próprio opressor. Uma mulher não tem todo um sistema social que a privilegia. Mulheres não agridem, estupram ou matam homens por se acharem donas do corpo deles. Basicamente falar sobre femismo é o mesmo que falar sobre racismo reverso. Entendo usarem o femismo como um exemplo de: “o que SERIA o oposto do machismo” mas não “o que É o oposto do machismo”, existe claro a misandria, que é algo completamente diferente.

Segundo: Misandria é o oposto de misoginia. Misandria no caso é o ódio/aversão/desprezo a pessoas do sexo masculino. Existe uma grande demonização do que seria misandria, mas espero que entendam que as poucas mulheres misandricas que existem (misandria vai muuuuito além do que as pessoas costumam achar que é) são assim por causa de traumas anteriores (misandria é muito comum entre vítimas de estupro e violência doméstica, por exemplo).

Terceiro: Mulher não é machista. Não tem como um oprimido se oprimir (mulher não oprime mulher na questão de gênero). O que a mulher faz é reproduzir o machismo, é falar/praticar atitudes machistas que estão implantadas na sociedade.

Quarto: O termo feminazi é COMPLETAMENTE ridículo. Não preciso nem explicar o motivo disso não é? Então espero de coração que vocês evitem usar e falem pros outros não usarem também.

Agora vou dar uma geral sobre minha visão de feminismo e tal, algumas críticas etc etc.

Eu sou feminista, e infelizmente sigo uma vertente, a interseccional (digo infelizmente por achar ridículo o movimento ser tão dividido, mas eu realmente tenho ideias bem diferentes de algumas outras vertentes e não consigo ser neutra na situação). Por muito tempo eu tive essa visão de que o feminismo era “falta de rola”, e mesmo eu sendo desde sempre a favor da igualdade entre homens e mulheres, eu não gostava do feminismo (mesmo eu sendo feminista, sem entender) por causa de tudo que falam do movimento, sobre ódio, superioridade, que claro são atitudes presentes nesse ativismo, mas por uma minoria muuuuuito pequena, digo isso por frequentar grupos feministas.

O que eu vou falar agora é basicamente um desabafo: O feminismo assim como várias outras formas de ativismo (lgbtq+ por exemplo) tem muito ódio, muita opressão, muito recorte mal feito, muita “passagem de pano” (vulgo proteger amiguinha mesmo ela cagando pela boca só por ela ser sua amiguinha), muitos absurdos em um geral. Mas o movimento é lindo, lindo demais. Mesmo que de vez em quando eu tenha que respirar bem fundo pra não pular fora dessa.

Se alguém quiser tirar alguma duvida/discutir comigo sobre alguma coisa/sla, eu to sempre de braços abertos pra conversar IOJCAOISJDC sério, gosto bastante de falar sobre isso. Peço perdão se eu tiver feito um erro absurdo de concordância/digitação/pontuação pq escrevi tudo isso pelo celular e é foda.

Eu concordo em tudo que tu dissestes, já te adoro suhaushuahhsa
Eu também sou feminista e assim, penso que todo grupo heretogêneo (sim, por que nem toda mulher fala do mesmo lugar dentro do movimento) há sim suas confusões e ains, mas isso não desqualifica a importãncia no movimento.
Só uma coisa que discordo é quando você diz que "mulher não oprime mulher". Na verdade, oprime, mas não por culpa delas, e sim de uma sociedade que as obriga a ser competitiva com outras mulheres. Claro que não devemos culpar as outras por suas atitudes, mas mostrar a elas que existe outro modo de lidar uma com as outras.

Eu já fui anti-feminismo e hoje percebo o quanto essa luta é importante para nossa emancipação.

@Saeba escreveu:odeio essas feminazis
Amigo, se você não tem cognição para discutir, por favor, não floode.


ATT, Uma feminazi.

_________________
True Hapiness
avatar
Deeh Namikaze
Consulting Detective
Consulting Detective

Valentine Feminino
Clã : Bad Reputation
Mensagens : 6962
Ka$h : 13312
Likes : 46
Data de inscrição : 06/01/2010
Idade : 24
Localização : 221B Baker Street


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Feminismo

Mensagem por PurpleFox94 em Sab Set 03, 2016 11:19 am

Eu ia falar um monte de coisa, mas aí eu li o post do Neo.
No mais.. Vamos parar de falar ''feminazi'' pfvr?
É o que a Nan disse; ''O termo feminazi é COMPLETAMENTE ridículo. Não preciso nem explicar o motivo disso não é? Então espero de coração que vocês evitem usar e falem pros outros não usarem também''.
avatar
PurpleFox94
Autist Bastard
Autist Bastard

Bromithia Masculino
Mensagens : 232
Ka$h : 3589
Likes : 5
Data de inscrição : 18/08/2016
Idade : 23
Localização : Americana/SP


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Feminismo

Mensagem por Sora Nimus em Seg Set 19, 2016 12:19 pm

@Takashi Noda escreveu:Feminismo, como outros movimentos de minorias, em princípio têm boas intenções, mas acabam desenvolvendo uma mentalidade "nós contra eles", muito sectária e fonte de ressentimento. Virou moda, por exemplo, negar a participação de homens nesse chamado "movimento feminista", pois eles seriam "os opressores", mesmo que inconscientemente, pois fazem uso de "direitos machistas". O próprio movimento que busca a igualdade entre os sexos acaba criando facções entre sexos. O análogo ocorre, por exemplo, na questão das cotas raciais.

Eu prefiro apostar na isonomia das leis, no conceito de igualdade de todos os homens, etc etc etc, para combater essas dificuldades, do que apostar nesses movimentos - isso é, proteger o indivíduo, que é o que de fato existe na realidade, e não dividir os indivíduos em grupos e contrapô-los.
Só quotei para gravar esse ótimo comentário.
O feminismo tem algo de ótimo que é o simples motivo de ser um dos poucos movimentos que hoje fala de renovação dos valores culturais, mas é outra coisa quando você quer combater a segregação segregando ainda mais.
@Neoshadow escreveu:Existem mulheres por aí sendo assassinadas por seus parceiros. E aí você pode argumentar o que o problema não está nessas mulheres serem assassinadas, porque QUALQUER UM pode ser assassinado, e isso é realmente lamentável, mais aí eu digo: elas são assassinadas porque elas são mulheres.

Só por isso.
Obrigado por entrar na questão da violência doméstica.
Acho que as causas de violência a gente sabe que não é só por isso, é como dizer que os negros do zimbabue morriam de fome por que eram negros/pobres, isso é consequência e não causa. Um marido que tem ciúmes a ponto de trancar a mulher em casa, isso é porque ele é homem e ela é mulher, e não são indícios de esquizofrenia? não está em problemas mentais? e sociais?
O imaginário não é onipotente, e ciência devia servir para isso, para não ficamos apenas na ideia de "imaginário" que não explica e agrava o problema. Eu mesmo até hoje não vi um marido deixar de ser violento por causa de uma ordem de restrição.

_________________
Minha entidade de precisão:


avatar
Sora Nimus
Furious Witch
Furious Witch

Prontera Masculino
Clã : Holy Order of Sacred Knights
Mensagens : 7319
Ka$h : 29069
Likes : 146
Data de inscrição : 10/08/2012
Idade : 23
Localização : Academia de Atlas


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Feminismo

Mensagem por Deeh Namikaze em Sab Abr 29, 2017 9:10 am

@Sora Nimus escreveu:
@Takashi Noda escreveu:Feminismo, como outros movimentos de minorias, em princípio têm boas intenções, mas acabam desenvolvendo uma mentalidade "nós contra eles", muito sectária e fonte de ressentimento. Virou moda, por exemplo, negar a participação de homens nesse chamado "movimento feminista", pois eles seriam "os opressores", mesmo que inconscientemente, pois fazem uso de "direitos machistas". O próprio movimento que busca a igualdade entre os sexos acaba criando facções entre sexos. O análogo ocorre, por exemplo, na questão das cotas raciais.

Eu prefiro apostar na isonomia das leis, no conceito de igualdade de todos os homens, etc etc etc, para combater essas dificuldades, do que apostar nesses movimentos - isso é, proteger o indivíduo, que é o que de fato existe na realidade, e não dividir os indivíduos em grupos e contrapô-los.
Só quotei para gravar esse ótimo comentário.
O feminismo tem algo de ótimo que é o simples motivo de ser um dos poucos movimentos que hoje fala de renovação dos valores culturais, mas é outra coisa quando você quer combater a segregação segregando ainda mais.
@Neoshadow escreveu:Existem mulheres por aí sendo assassinadas por seus parceiros. E aí você pode argumentar o que o problema não está nessas mulheres serem assassinadas, porque QUALQUER UM pode ser assassinado, e isso é realmente lamentável, mais aí eu digo: elas são assassinadas porque elas são mulheres.

Só por isso.
Obrigado por entrar na questão da violência doméstica.
Acho que as causas de violência a gente sabe que não é só por isso, é como dizer que os negros do zimbabue morriam de fome por que eram negros/pobres, isso é consequência e não causa. Um marido que tem ciúmes a ponto de trancar a mulher em casa, isso é porque ele é homem e ela é mulher, e não são indícios de esquizofrenia? não está em problemas mentais? e sociais?
O imaginário não é onipotente, e ciência devia servir para isso, para não ficamos apenas na ideia de "imaginário" que não explica e agrava o problema. Eu mesmo até hoje não vi um marido deixar de ser violento por causa de uma ordem de restrição.
Destacando o ponto que grifei, meu pai já fez isso com minha mãe e ele não é esquizofrênico, e sim, machista. O problema é que de fato a gente acredita que boa parte das condutas prejudiciais são resultados de sociopatias/psicopatias e nunca associa isso ao meio.
Exstem pessoas que de fato, são doentes e precisam se tratar? Claro, mas existe também um tipo de comportamento social doente que não tem que ser amansado, e sim tratado.

_________________
True Hapiness
avatar
Deeh Namikaze
Consulting Detective
Consulting Detective

Valentine Feminino
Clã : Bad Reputation
Mensagens : 6962
Ka$h : 13312
Likes : 46
Data de inscrição : 06/01/2010
Idade : 24
Localização : 221B Baker Street


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Feminismo

Mensagem por Sora Nimus em Qua Maio 03, 2017 12:43 pm

@Deeh Namikaze escreveu:
@Sora Nimus escreveu:
@Takashi Noda escreveu:Feminismo, como outros movimentos de minorias, em princípio têm boas intenções, mas acabam desenvolvendo uma mentalidade "nós contra eles", muito sectária e fonte de ressentimento. Virou moda, por exemplo, negar a participação de homens nesse chamado "movimento feminista", pois eles seriam "os opressores", mesmo que inconscientemente, pois fazem uso de "direitos machistas". O próprio movimento que busca a igualdade entre os sexos acaba criando facções entre sexos. O análogo ocorre, por exemplo, na questão das cotas raciais.

Eu prefiro apostar na isonomia das leis, no conceito de igualdade de todos os homens, etc etc etc, para combater essas dificuldades, do que apostar nesses movimentos - isso é, proteger o indivíduo, que é o que de fato existe na realidade, e não dividir os indivíduos em grupos e contrapô-los.
Só quotei para gravar esse ótimo comentário.
O feminismo tem algo de ótimo que é o simples motivo de ser um dos poucos movimentos que hoje fala de renovação dos valores culturais, mas é outra coisa quando você quer combater a segregação segregando ainda mais.
@Neoshadow escreveu:Existem mulheres por aí sendo assassinadas por seus parceiros. E aí você pode argumentar o que o problema não está nessas mulheres serem assassinadas, porque QUALQUER UM pode ser assassinado, e isso é realmente lamentável, mais aí eu digo: elas são assassinadas porque elas são mulheres.

Só por isso.
Obrigado por entrar na questão da violência doméstica.
Acho que as causas de violência a gente sabe que não é só por isso, é como dizer que os negros do zimbabue morriam de fome por que eram negros/pobres, isso é consequência e não causa. Um marido que tem ciúmes a ponto de trancar a mulher em casa, isso é porque ele é homem e ela é mulher, e não são indícios de esquizofrenia? não está em problemas mentais? e sociais?
O imaginário não é onipotente, e ciência devia servir para isso, para não ficamos apenas na ideia de "imaginário" que não explica e agrava o problema. Eu mesmo até hoje não vi um marido deixar de ser violento por causa de uma ordem de restrição.
Destacando o ponto que grifei, meu pai já fez isso com minha mãe e ele não é esquizofrênico, e sim, machista. O problema é que de fato a gente acredita que boa parte das condutas prejudiciais são resultados de sociopatias/psicopatias e nunca associa isso ao meio.
Exstem pessoas que de fato, são doentes e precisam se tratar? Claro, mas existe também um tipo de comportamento social doente que não tem que ser amansado, e sim tratado.
Se foi por conta do meio, então, qual a necessidade do meio que ele estava cumprindo?
Quero entender em que momento a pessoa sai da sua subjetividade para ser um produto do meio.

_________________
Minha entidade de precisão:


avatar
Sora Nimus
Furious Witch
Furious Witch

Prontera Masculino
Clã : Holy Order of Sacred Knights
Mensagens : 7319
Ka$h : 29069
Likes : 146
Data de inscrição : 10/08/2012
Idade : 23
Localização : Academia de Atlas


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Feminismo

Mensagem por Deeh Namikaze em Qua Maio 17, 2017 8:39 am

@Sora Nimus escreveu:
@Deeh Namikaze escreveu:
@Sora Nimus escreveu:
@Takashi Noda escreveu:Feminismo, como outros movimentos de minorias, em princípio têm boas intenções, mas acabam desenvolvendo uma mentalidade "nós contra eles", muito sectária e fonte de ressentimento. Virou moda, por exemplo, negar a participação de homens nesse chamado "movimento feminista", pois eles seriam "os opressores", mesmo que inconscientemente, pois fazem uso de "direitos machistas". O próprio movimento que busca a igualdade entre os sexos acaba criando facções entre sexos. O análogo ocorre, por exemplo, na questão das cotas raciais.

Eu prefiro apostar na isonomia das leis, no conceito de igualdade de todos os homens, etc etc etc, para combater essas dificuldades, do que apostar nesses movimentos - isso é, proteger o indivíduo, que é o que de fato existe na realidade, e não dividir os indivíduos em grupos e contrapô-los.
Só quotei para gravar esse ótimo comentário.
O feminismo tem algo de ótimo que é o simples motivo de ser um dos poucos movimentos que hoje fala de renovação dos valores culturais, mas é outra coisa quando você quer combater a segregação segregando ainda mais.
@Neoshadow escreveu:Existem mulheres por aí sendo assassinadas por seus parceiros. E aí você pode argumentar o que o problema não está nessas mulheres serem assassinadas, porque QUALQUER UM pode ser assassinado, e isso é realmente lamentável, mais aí eu digo: elas são assassinadas porque elas são mulheres.

Só por isso.
Obrigado por entrar na questão da violência doméstica.
Acho que as causas de violência a gente sabe que não é só por isso, é como dizer que os negros do zimbabue morriam de fome por que eram negros/pobres, isso é consequência e não causa. Um marido que tem ciúmes a ponto de trancar a mulher em casa, isso é porque ele é homem e ela é mulher, e não são indícios de esquizofrenia? não está em problemas mentais? e sociais?
O imaginário não é onipotente, e ciência devia servir para isso, para não ficamos apenas na ideia de "imaginário" que não explica e agrava o problema. Eu mesmo até hoje não vi um marido deixar de ser violento por causa de uma ordem de restrição.
Destacando o ponto que grifei, meu pai já fez isso com minha mãe e ele não é esquizofrênico, e sim, machista. O problema é que de fato a gente acredita que boa parte das condutas prejudiciais são resultados de sociopatias/psicopatias e nunca associa isso ao meio.
Exstem pessoas que de fato, são doentes e precisam se tratar? Claro, mas existe também um tipo de comportamento social doente que não tem que ser amansado, e sim tratado.
Se foi por conta do meio, então, qual a necessidade do meio que ele estava cumprindo?
Quero entender em que momento a pessoa sai da sua subjetividade para ser um produto do meio.
A partir do momento que a pessoa se propoe a viver em sociedade, amigo.
Ilusão é acreditar que o meio não é peça fundamental (também) na formação do sujeito, afinal, somos criaturas culturais: nos guiamos através de valores pré-estabelecidos socialmente de certo e errado.
O que to querendo dizer é: violência doméstica não é passível de coitadismo por que o homem tem probleminha se eu boa parte das vezes seu probleminha é acreditar que mulheres tem que ser isso e aquilo pois assim ensina as famílias. Isso é real.

_________________
True Hapiness
avatar
Deeh Namikaze
Consulting Detective
Consulting Detective

Valentine Feminino
Clã : Bad Reputation
Mensagens : 6962
Ka$h : 13312
Likes : 46
Data de inscrição : 06/01/2010
Idade : 24
Localização : 221B Baker Street


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Feminismo

Mensagem por Mascarado em Sex Maio 19, 2017 5:30 pm

só tenho uma única coisa a dizer : Vou preparar a pipoca por que o debate vai ser daqueles.
avatar
Mascarado
Suicidal Singer
Suicidal Singer

Masculino
Clã : We are Infinite
Mensagens : 671
Ka$h : 1020
Likes : 6
Data de inscrição : 22/11/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Feminismo

Mensagem por Deeh Namikaze em Sex Maio 19, 2017 7:35 pm

@Mascarado escreveu:só tenho uma única coisa a dizer : Vou preparar a pipoca por que o debate vai ser daqueles.
UAHUHAUSHAUSHUAUSHUAHSA
NEM

_________________
True Hapiness
avatar
Deeh Namikaze
Consulting Detective
Consulting Detective

Valentine Feminino
Clã : Bad Reputation
Mensagens : 6962
Ka$h : 13312
Likes : 46
Data de inscrição : 06/01/2010
Idade : 24
Localização : 221B Baker Street


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Feminismo

Mensagem por Mascarado em Sab Maio 20, 2017 2:52 pm

@Deeh Namikaze escreveu:
@Mascarado escreveu:só tenho uma única coisa a dizer : Vou preparar a pipoca por que o debate vai ser daqueles.
UAHUHAUSHAUSHUAUSHUAHSA
NEM

Eu vejo esses bagui aí direto na net, só não digo minha posição política por que,cara nem vale a pena ficar discutindo política por aqui no fórum, é mais fácil eu tirar uma foto de uma careta minha e criar um meme pra fazer o povo rir, por que olha, é rir pra não chorar.
avatar
Mascarado
Suicidal Singer
Suicidal Singer

Masculino
Clã : We are Infinite
Mensagens : 671
Ka$h : 1020
Likes : 6
Data de inscrição : 22/11/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Feminismo

Mensagem por Sora Nimus em Sab Maio 20, 2017 7:33 pm

@Mascarado escreveu:só tenho uma única coisa a dizer : Vou preparar a pipoca por que o debate vai ser daqueles.
Algumas pessoas tem dificuldades de controlar o tesão por quotar. Discussões melhor lugar pra isso.

@Deeh Namikaze escreveu:
@Sora Nimus escreveu:
@Deeh Namikaze escreveu:
@Sora Nimus escreveu:
@Takashi Noda escreveu:Feminismo, como outros movimentos de minorias, em princípio têm boas intenções, mas acabam desenvolvendo uma mentalidade "nós contra eles", muito sectária e fonte de ressentimento. Virou moda, por exemplo, negar a participação de homens nesse chamado "movimento feminista", pois eles seriam "os opressores", mesmo que inconscientemente, pois fazem uso de "direitos machistas". O próprio movimento que busca a igualdade entre os sexos acaba criando facções entre sexos. O análogo ocorre, por exemplo, na questão das cotas raciais.

Eu prefiro apostar na isonomia das leis, no conceito de igualdade de todos os homens, etc etc etc, para combater essas dificuldades, do que apostar nesses movimentos - isso é, proteger o indivíduo, que é o que de fato existe na realidade, e não dividir os indivíduos em grupos e contrapô-los.
Só quotei para gravar esse ótimo comentário.
O feminismo tem algo de ótimo que é o simples motivo de ser um dos poucos movimentos que hoje fala de renovação dos valores culturais, mas é outra coisa quando você quer combater a segregação segregando ainda mais.
@Neoshadow escreveu:Existem mulheres por aí sendo assassinadas por seus parceiros. E aí você pode argumentar o que o problema não está nessas mulheres serem assassinadas, porque QUALQUER UM pode ser assassinado, e isso é realmente lamentável, mais aí eu digo: elas são assassinadas porque elas são mulheres.

Só por isso.
Obrigado por entrar na questão da violência doméstica.
Acho que as causas de violência a gente sabe que não é só por isso, é como dizer que os negros do zimbabue morriam de fome por que eram negros/pobres, isso é consequência e não causa. Um marido que tem ciúmes a ponto de trancar a mulher em casa, isso é porque ele é homem e ela é mulher, e não são indícios de esquizofrenia? não está em problemas mentais? e sociais?
O imaginário não é onipotente, e ciência devia servir para isso, para não ficamos apenas na ideia de "imaginário" que não explica e agrava o problema. Eu mesmo até hoje não vi um marido deixar de ser violento por causa de uma ordem de restrição.
Destacando o ponto que grifei, meu pai já fez isso com minha mãe e ele não é esquizofrênico, e sim, machista. O problema é que de fato a gente acredita que boa parte das condutas prejudiciais são resultados de sociopatias/psicopatias e nunca associa isso ao meio.
Exstem pessoas que de fato, são doentes e precisam se tratar? Claro, mas existe também um tipo de comportamento social doente que não tem que ser amansado, e sim tratado.
Se foi por conta do meio, então, qual a necessidade do meio que ele estava cumprindo?
Quero entender em que momento a pessoa sai da sua subjetividade para ser um produto do meio.
A partir do momento que a pessoa se propoe a viver em sociedade, amigo.
Ilusão é acreditar que o meio não é peça fundamental (também) na formação do sujeito, afinal, somos criaturas culturais: nos guiamos através de valores pré-estabelecidos socialmente de certo e errado.
O que to querendo dizer é: violência doméstica não é passível de coitadismo por que o homem tem probleminha se eu boa parte das vezes seu probleminha é acreditar que mulheres tem que ser isso e aquilo pois assim ensina as famílias. Isso é real.
Isso é retirar a responsabilidade do indivíduo e colocar no social, como se não tivesse o ator e atuante aqui. Se não é responsabilidade do indivíduo então realmente devemos deixar a parte da saúde... ainda não; não é possível mudar a sociedade se não for pelos indivíduos que a compõe. Na verdade é impossível mudar qualquer fator social sem ser pelos indivíduos.
Digo mais, embora seja meio suspeito eu falando isso por conta da área, acho eu que falar de saúde é uma maneira muito mais real e honesta de entender a realidade do que o social machista, mesmo um pouco normativa ainda consegue propor soluções diretas, e nem fala de violência como se fosse um problema de gênero.

_________________
Minha entidade de precisão:


avatar
Sora Nimus
Furious Witch
Furious Witch

Prontera Masculino
Clã : Holy Order of Sacred Knights
Mensagens : 7319
Ka$h : 29069
Likes : 146
Data de inscrição : 10/08/2012
Idade : 23
Localização : Academia de Atlas


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Feminismo

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum